Quer investir em franquias? Veja cinco tendências para 2018 e comece o ano antenado

0
fachada guaco - texto Quer investir em franquias? Veja cinco tendências para 2018 e comece o ano antenado
Foto: fachada guaco - Texto: Quer investir em franquias? Veja cinco tendências para 2018 e comece o ano antenado

A esperada retomada do crescimento econômico em 2018 no Brasil abre uma nova janela de oportunidade para as franquias de maior porte, que haviam crescido em ritmo menor nos últimos dois anos. Em especial, devem se destacar as redes com produtos e serviços que ajudem a simplificar a vida do consumidor, que cada vez mais demanda atendimento eficiente e personalizado.

Esse é o caso, por exemplo, das franquias que têm como público alvo os consumidores nascidos entre 1982 e 2000, a famosa geração millennial (ou geração Y), que já representa 30% da população brasileira e concentra grande parte do potencial de consumo.

Segundo o especialista em varejo da AGR Consultores, Roberto Vautier, operações com essas premissas deverão apresentar desempenhos melhores em 2018, devido à busca crescente dos brasileiros por serviço que gerem comodidade e economia de tempo, e por conta das novas exigências da vida moderna e do mercado de trabalho.

Roberto Vautier é especialista em varejo da AGR Consultores. / Divulgação

Entre os setores, alguns continuarão a apresentar bons resultados, como alimentação fora do lar, educação, especialmente para o público infantil, e serviços para terceira idade, fatia demográfica que vem crescendo no país.

Veja, a seguir, algumas das principais tendências do franchising para o ano de 2018, na opinião de especialistas.

1 – Fast Casual

O setor de alimentação está sempre em alta. De tempos em tempos, porém, alguns formatos se destacam. É o caso dos restaurantes que operam no modelo fast casual, que se posiciona entre o fast food e a refeição casual. De modo geral, são restaurantes que entregam comida de melhor qualidade num ambiente com mais sofisticação, sem serviço de mesa. A tendência já se consolidou nos Estados Unidos e, agora, começa a despontar no Brasil, explica o gerente de novos negócios do Grupo SMZTO, Renan Brito. “É uma tendência totalmente alinhada com o desejo do consumidor, que busca comida de melhor qualidade e experiência superior em termos de ambiente agradável e atmosfera jovem”, diz Brito.

2 – Delivery

Adriana Auriemo é diretora de Relacionamento, Microfranquias e Novos Formatos da ABF (Associação Brasileira de Franchising)

Nascido no setor de alimentação, o delivery começa a chegar a outros mercados, como os de beleza e estética, manutenção automotiva (troca de óleo, lavagem e higienização do ar condicionado), entre outros. Na opinião de especialistas, as franquias capazes de atender melhor o cliente nesta modalidade, dentro de suas necessidades, terão maiores chances de sucesso. O tempo se tornou um bem escasso, principalmente nas grandes cidades, levando os consumidores a optar por marcas que estejam preparadas para fazer entregas na residência ou no trabalho. Além disso, franquias que operam neste modelo demandam baixo investimento, tornando-se interessantes para quem não dispõe de muito capital.

3 – Beleza e estética

O setor de saúde, beleza e bem-estar apresentou boas taxas de crescimento durante a crise econômica. No terceiro trimestre de 2017, avançou 9,2%. O mercado de saúde no setor privado, especialmente, apresentou bons resultados, o que deve se intensificar em 2018, destaca o consultor Roberto Vautier, da AGR Consultores. “A tendência é que setores ligados à saúde e ao bem-estar sigam crescendo, assim como franquias de produtos e serviços direcionados à terceira idade, porque a longevidade da população brasileira aumentou e as pessoas, de forma geral, estão mais preocupadas com a qualidade de vida”, diz a diretora de Relacionamento, Microfranquias e Novos Formatos da Associação Brasileira de Franchising (ABF), Adriana Auriemo.

4 – Terceira idade

Em uma década, a população de idosos cresceu 50% no Brasil, conforme dados do IBGE, e pode chegar a 19 milhões de pessoas até 2060. Se, por um lado, essa tendência gera impactos sobre o pagamento de benefícios previdenciários, por outro, abre caminho para novas oportunidades de negócios, como as franquias voltadas à terceira idade. Enquadram-se neste nicho modelos de negócios como academia para idosos, clínicas de estimulação e bem-estar, serviços de cuidadores ou escolas de informática com módulos e cursos específicos. “Com as pessoas aumentando e melhorando a longevidade, o mercado precisa proporcionar produtos e serviços que atendam as necessidades deste público”, opina Vautier.

5 – Negócio formatado

Para o consultor Marcus Rizzo, da Rizzo Franchise, redes que oferecem um modelo de negócios formatado devem ter uma performance melhor do que a maioria das demais, que são baseadas na venda de produtos ao franqueado. Neste modelo, o propósito do franqueador é apoiar o franqueado no aumento e na melhoria das vendas, levando-o a comprar de fornecedores licenciados. De acordo com ele, redes que operam neste modelo apresentaram, em 2017, “um considerável índice de crescimento”, o que indica que, para o próximo ano e também para os seguintes, há uma boa perspectiva para negócios que atuam neste modelo.

Marcus Rizzo é consultor da Rizzo Franchising


COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.